Centro Israelita | A sucá e suas peculiaridades
20979
post-template-default,single,single-post,postid-20979,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive

A sucá e suas peculiaridades

A sucá e suas peculiaridades

Sempre é importante relembrar: para simular o tipo de construção de cabanas originais que os judeus usavam no deserto, a sucá é coberta com produtos da terra fáceis de reunir. Eles incluem ramos, arbustos, palha e até ripas de madeira. Frutas, vegetais e outras comidas não são usadas. A cobertura da sucá é denominada sechach, raiz do verbo hebraico sachoch, que significa “cobrir” ou “proteger”. A densidade da cobertura deve ser tal que haja mais sombra que luz solar no interior da sucá, e deve se permitir ver as estrelas por parte de quem as habita.

As sucot que os judeus construíam eram feitas apressadamente, para servirem como habitações temporárias. Com o intuito de também recordar esta característica, as sucot hoje em dia são feitas com paredes de madeira unidas frouxamente. Ao habitar estas cabanas, as pessoas se aproximam, também, da sensação de insegurança que se tinha no deserto.

Fonte: Livro Judaico dos Porquês

No Comments

Post A Comment