Centro Israelita | Cinco razões para nos fantasiarmos na comemoração de Purim
20246
post-template-default,single,single-post,postid-20246,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive

Cinco razões para nos fantasiarmos na comemoração de Purim

Cinco razões para nos fantasiarmos na comemoração de Purim

Purim vem chegando aí. E, por óbvio, é hora de começar a escolher a fantasia que utilizaremos na comemoração! Mas, você sabe por qual razão nos fantasiamos em Purim?

Existem diversas explicações, e a gente selecionou cinco delas:

1 – O nome de Deus não consta nenhuma vez na Meguilá de Esther, e sua participação na história de Purim parece estar oculta, assim também nós nos fantasiamos aludindo à participação constante de Deus na história e em nossas vidas;

2 – Em todas as outras festas ocorreram milagres revelados, no entanto, o milagre de Purim foi escondido nos eventos naturais. Portanto, nós nos disfarçamos para aludir ao milagre oculto.

3 – É uma forma de não constranger aqueles que pedem ajuda. Uma das melhores formas de cumprir a mitsvá de tzedaká é quando nem o receptor nem o doador sabe quem o outro é. Ao se fantasiar ninguém sabe quem é quem.

4 – Mordechai foi vestido com a roupa real e foi levado pelas ruas. Para comemorar esse evento nós também nos vestimos de forma diferente da natural.

5 – Os judeus (fingiram) agir como não-judeus e assim Deus (fingiu) que destruiria o povo judeu. Portanto, em Purim fingimos ser outra pessoa; quando na realidade os judeus e Deus nunca abandonaram um ao outro.

No Comments

Post A Comment