Centro Israelita | Os “furinhos” da matzá têm bastante importância…
20343
post-template-default,single,single-post,postid-20343,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive

Os “furinhos” da matzá têm bastante importância…

Os “furinhos” da matzá têm bastante importância…

São feitas perfurações na massa da matzá imediatamente antes que a massa estivada seja posta dentro do forno. Elas permitem que o ar escape, retardando assim a fermentação. As perfurações também evitam que amassa suba ou fique inchada enquanto é cozinhada.

Nos tempos antigos, costumava-se fazer perfurações com desenhos artísticos, o que foi mais tarde proibido, pois isso demorava muito tempo, o que aumentava as chances de fermentação. Conforme a lei, o processo inteiro , desde o amassar até o cozinhar, deve ser feito em no máximo dezoito minutos, período no qual não chega a acontecer a fermentação. Atualmente, as matzot feitas a mão são perfuradas rapidamente com uma rodinha chamada reidel. Já a máquina de fabricar matzot tem um perfurador automático que traça linhas separadas a cada meio centímetro.

 

No Comments

Post A Comment