Centro Israelita | Por qual razão a Torá é lida nas segundas e quintas-feiras?
20233
post-template-default,single,single-post,postid-20233,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive

Por qual razão a Torá é lida nas segundas e quintas-feiras?

Por qual razão a Torá é lida nas segundas e quintas-feiras?

Muitas explicações têm sido apresentadas para a leitura da Torá nas segundas e quintas-feiras.

Uma opinião é que Moisés subiu ao Monte Sinai para receber a Torá numa quinta-feira e voltou numa segunda-feira. Outra relaciona o costume de ler a Torá nestes dias, assim como no Shabat, a Esdras, o escriba, que explica que como os filhos de Israel andaram três dias pelo deserto e não acharam água (Êxodo 15:22), os judeus não devem permitir que se passem mais de três dias sem fazerem a leitura da Torá em voz alta, para que o espírito se sustente da mesma forma  que o corpo precisa de água para se sustentar.

A explicação mais autorizada é a de que segundas e quintas-feiras eram dias de mercado. Os judeus vinham para Jerusalém para vender suas mercadorias e, como estavam reunidos nestes dias em número tão grande, tornou-se um costume, desde os dias de Esdras (século VI antes da Era Comum) ler a Torá neste dias.

Fonte: Livro Judaico dos Porquês

 

 

No Comments

Post A Comment